O inimigo dos trabalhadores

10 de outubro de 2018 9:39 pm Publicado por

Bolsonaro que acabar com os direitos da classe trabalhadora.

 

O voto consciente neste segundo turno das eleições presidenciais será fundamental para acabar com a onda de ataques contra os direitos da classe trabalhadora. Uma coisa é certa: contra fatos, não há argumentos. O partido de Jair Bolsonaro, o PSL, foi o mais fiel a Michel Temer, votando sempre contra os trabalhadores. O próprio candidato por várias vezes se posicionou contra o povão. Abaixo alguns exemplos que comprovam que Bolsonaro é inimigo dos trabalhadores:

 

  • Votou a favor da reforma trabalhista de Temer e ajudou a acabar com vários direitos.
  • Aprovou a PEC do Fim do Mundo, que congelou investimentos nas áreas sociais, como saúde e educação públicas, por 20 anos.
  • Defendeu a reforma da previdência.
  • Apoiou Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, preso por corrupção.
  • Também apoiou Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, também preso por corrupção.
  • Votou a favor da entrega do Pré-Sal (maior reserva do petróleo do Brasil) às multinacionais.
  • Ainda votou pela liberação da terceirização irrestrita. É preciso lembrar que o trabalhador terceirizado trabalha 3h a mais por semana, mas recebe 25% menos.

 

E vem algo bem pior ainda…

Ainda que Bolsonaro negue, seus aliados não conseguem esconder a vontade de acabar com o 13º salário dos trabalhadores, adicional de férias e ainda por cima querem aumentar os impostos dos mais pobres. Não para por aí! Querem fazer uma reforma da previdência que impossibilite a aposentadoria. Se Bolsonaro vencer, não vai sobrar nada dos direitos dos trabalhadores brasileiros. Só o voto consciente pode barrar essa tragédia anunciada!

Tag: ,

Categorizados em: ,

Este artigo foi escrito porSintraconCuritiba

Comentários estão fechados.